Archive for the 'Utilidades' Category

Mediadetails desenvolve website para o mercado espanhol

logo1a

Uma vez mais, a Mediadetails volta a finalizar um novo projeto com sucesso – o website do ICM – um laboratório espanhol de genética (www.e-icm.net).

O seu desenvolvimento desta primeira fase, apenas em português e espanhol, foi baseado em XML com utilização de tecnologia Microsoft .NET, base de dados MS SQL Server e tecnologia de frontend HTML 5 com CSS e JQuery. Os vídeos foram realizados em formato mp4 e ogg.

A Mediadetails deseja os maiores sucessos à empresa e que esta nova ferramenta tecnológica venha estimular o trabalho e a presença nos mercados nacionais e internacionais.

Conheça aqui todos os nossos trabalhos.

Novas regras para quem compra online

As compras através da internet estão desde o passado dia 13 de junho sujeitas a novas regras. A mudança deve-se à entrada em vigor de uma nova diretiva europeia, que passou a condicionar não só o consumo online mas também as vendas porta a porta.

No que diz respeito às transações virtuais, vão ter de deixar de existir os campos que, nos websites das empresas, são previamente preenchidos com valores referentes a taxas e pagamentos adicionais, como acontece, por exemplo, na compra de bilhetes de avião. Também as sobretaxas a que por vezes estão sujeitos os pagamentos com cartão de crédito vão ser banidas. Os consumidores europeus ganham ainda sete dias adicionais para decidir se mantêm ou devolvem a mercadoria que compraram online, passando a dispôr de um prazo de 14 dias.

Porém, os consumidores não têm só vantagens a retirar desta nova diretiva. Segundo o Expresso, a Associação de Defesa do Consumidor (DECO) demonstra alguma preocupação face a estas mudanças. A justificação prende-se com o cancelamento ou a devolução das compras feitas online e ao domicílio, que até aqui funcionava sem custos, e que a partir de agora pode ser cobrado pelas empresas que forneceram o serviço. Se um cliente desiste, por exemplo, da subscrição de um serviço de telecomunicações, a empresa fornecedora tem o direito a cobrar uma quantia proporcional às mensalidades do serviço que tinham ficado acordadas entre as duas partes.

Já do lado das empresas, as novas regras vão tornar mais barata a venda de produtos para fora do respetivo país, fortalecendo a “igualdade das condições de concorrência”, segundo o comunicado da União Europeia.

A regulação do comércio virtual significa, segundo a comissária europeia da Justiça, Viviane Reding, um reforço dos “direitos dos consumidores, independentemente do local ou do momento em que efetuem compras na Europa”. Segundo a comissária europeia, “dar aos consumidores um papel mais ativo através do reforço da sua confiança é o programa de retoma menos oneroso que a Europa pode lançar”.

A norma vai afetar diretamente 507 milhões de consumidores em toda a União Europeia.

Para mais informações consulte aqui a diretiva da União Europeia e leia o comunicado de esclarecimento disponível no site da União Europeia.

Ana Sanlez

ColorADD – Uma aplicação a pensar nos Daltónicos

Em todo o mundo existem cerca de 350 milhões de individuos com a incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores. A esta perturbação de origem genética chamamos de Daltonismo.

Para colmatar este problema, o designer Rui Cardoso, o mobile developer Rui Seiça e a web designer Marta Lisboa criaram uma inovadora aplicação chamada ColorADD que consegue identificar o nome da cor e o símbolo respetivo apontando a câmara do telemóvel para um qualquer objeto ou superfície.

A aplicação custa apenas 0.89€ e, por enquanto está apenas disponível para iPhone e iPad, sendo que as versões para Windows e Android já estão a ser preparadas.

O ColorADD já conta com grandes parcerias no mercado português, entre elas a Modalfa; Ministério da Educação – os exames nacionais e as provas finais deste ano já vão incluir nos enunciadoso código para a aplicação; Tintas Cin; Metro do Porto e o Hospital de São João são alguns dos interessados nesta aplicação que poderá solucionar alguns dos problemas dos daltónicos.

Juliana Melim

Google Reader já tem substituto

Após a Google ter anunciado, na passada semana, que irá descontinuar alguns serviços, entre eles o Google Reader, no dia 1 de julho, os utilizadores decidiram não esperar pelo seu fim e começaram a subscrever um dos concorrentes, o Feedly que dias após o anuncio da Google publicou um post no seu blog oficial a anunciar 500 mil novas subscrições.

O Feedly é um site que permite aos utilizadores organizar, partilhar e ler os seus conteúdos favoritos. A plataforma está disponível para versão tablet e mobile.

Se estiver interessado em mudar para o Feedly basta entrar com a sua conta do Google Reader e a sincronização de conteúdos e informações é feita automaticamente.

Juliana Melim

Escrytos revoluciona mundo das publicações

Alguma vez pensou em escrever e publicar um livro? Graças à Escrytos, agora pode dar asas à sua imaginação, sem ter que esperar pela aprovação das editoras. Esta plataforma, permite que qualquer pessoa escreva e publique a sua obra em formato digital e a comercialize nas prinicpais lojas online de todo o mundo.

A empresa mentora deste projeto é o grupo Leya que aposta em grande no universo digital e na língua portuguesa, pretendendo com esta aplicação aumentar o número de publicações e autores portugueses.

Qualquer pessoa pode aceder ao Escrytos, tendo para isso de se registar em www.escrytos.com e escolher uma das muitas possibilidades (umas pagas, outras gratuitas) para personalizar e promover o seu livro. E caso o autor esteja disposto a investir mais na sua obra, pode mediante pagamento pedir aconselhamento editorial ou mesmo revisão completa da obra.

De acordo com Isaías Gomes Teixeira, presidente executivo da Leya, com o Escrytos “estamos não só a incentivar quem escreve como a criar mercado para os editores“.

Veja abaixo o vídeo explicativo de como funciona o Escrytos:

Juliana Melim

Tablet para crianças

Chama-se Archos Child Pad e é um tablet feito especialmente para crianças. Foi lançado por uma empresa francesa e integra todas as características necessária para satisfazer as necessidades dos mais pequenos. Para além de um ecrã de 7 polegadas, processador de 1 GHz com 1GB de RAM e a mais recente versão do Android, esta pequena maravilha garante ainda o acesso a aplicações direcionadas ao universo infantil, que poderá encontrar na loja AppsLib Kids App, e um vasto leque de jogos que prometem ocupar os tempos livros dos mais novos.
Este tablet já está à venda no mercado português e custa apenas 99euros.

Juliana Melim

Uma loja com mais flexibilidade

Mais flexibilidade” é o que a Microsoft promete para a nova loja de aplicações Windows Store, destinada aos utilizadores do Windows 8, o próximo sistema operativo da empresa.

Esta nova loja, destinada às aplicações que utilizem a interface Metro, existente nos telemóveis com Windows Phone, dará aos criadores de aplicações a possibilidade de escolherem o método de pagamento e cobrança, facilitando as transacções.

Outra novidade da Windows Store é o registo e autentificação das aplicações que poderão ser feitos através dos sistemas das próprias empresas e, não a partir do sistema da Windows, dando às empresas maior liberdade e controlo sobre os dados dos utilizadores das aplicações.

Com este novo interface Metro no Windows 8, há uma mudança na política da windows, que sempre permitiu a instalação de qualquer aplicação nos seus sistemas mas, que agora obriga as aplicações a passarem por um processo de revisão. Este novo sistema permite às empresas um maior controle sobre o tipo de aplicações que podem instalados nos seus computadores e tablets dos seus funcionários.

A Microsoft divide assim os sectores de negócios em duas vertentes: a Windows Store, loja responsável pela venda de aplicações e, a loja Microsoft para venda de telemóveis integrados com o sistema windows phone.

O lançamento da nova loja está agendada para Fevereiro de 2012 e, numa primeira fase todas as aplicações serão disponibilizadas gratuitamente aos utilizadores.

Juliana Melim

Novas leis contra a pirataria digital

O combate à pirataria é um combate à ilegalidade“, afirmou o secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, no I Congresso do livro que decorreu na ilha Terceira, nos Açores.

Francisco José Viegas salientou a importância da criação de novas leis para combater a pirataria, a cópia privada e a actualização dos direitos de autor. Segundo o secretário de Estado da Cultura, 2012 “será um momento decisivo para criar uma lei clara, exigente, simples e precisa“, uma vez que “mais de 60% das industrias criativas e culturais portuguesas, criação de riqueza e trabalho qualificado está na área da edição”.

Para Francisco José Viegas “os problemas [da pirataria digital] não estão nas leis, mas na sua aplicação pelo que devemos ser exigentes na defesa da economia e do livro”.

Juliana Melim

Nova directiva reforça direitos dos consumidores

O Conselho de Ministros da União Europeia aprovou, esta semana, uma nova directiva que reforça os direitos dos consumidores que façam transacções online. Esta medida procura tornar mais clara e transparente as relações comerciais.

De acordo com a nova directiva todos os custos envolventes no processo da compra têm que estar devidamente divulgados no website, assim como qualquer pagamento de outros serviços. As encomendas efectuadas por telefone não pagarão taxas superiores à tarifa básica e os pagamentos com cartão de crédito ficarão isentos de taxas adicionais pelo fornecimento do serviço.

Os reembolsos dos produtos irão sofrer um alargamento dos prazos, de 7 dias para 14 dias, a contar a partir do momento que o consumidor recebe o produto. Igual prazo para os vendedores que passam, igualmente a ter 14 dias para reembolsar o consumidor, desde o dia em que este desista da compra.

Informações pouco explícitas sobre os procedimentos das transacções serão da total responsabilidade do vendedor.

Juliana Melim

Software escreve conteúdos sem intervenção humana

Após dez anos de pesquisa, a empresa norte-americana Narrative Science, lançou um novo software que promete revolucionar o mundo da comunicação. Este software escreve artigos inteiros, sem intervenção humana e com uma gramática perfeita, a partir da introdução de informação em bruto. Este programa tem também a capacidade de produzir relatórios financeiros, sondagens e informação imobiliária em apenas alguns segundos.
Actualmente, está a ser utilizado para criação de conteúdos desportivos para o Big Team Network, mas a Narrative Science já está em negociações com mais 20 empresas, para implementação do programa.

Juliana Melim


mediadetails no Twitter

Páginas

Julho 2020
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031