Posts Tagged 'Motores de Busca'

Bing mais eficiente que Google

Um estudo levado a cabo pela Experian Hitwise veio revelar que a taxa de sucesso nas procuras realizadas no Bing é mais eficiente que no Google.

Segundo a Hitwise, as “buscas com sucesso” são aquelas em que o internauta entra num dos sites mostrados nos resultados.

Apesar de ser um motor de busca recente, lançado em Junho de 2009, em Dezembro deste mesmo ano o Bing teve uma percentagem de 75 % de êxito nas buscas, sobrepondo-se ao Google.

Verdade é que a concorrência que se assiste nos vai trazendo ferramentas poderosas e leva a uma evolução das buscas efectuadas. Ficamos atentos às novidades que vão surgindo sobre os motores de busca!

Anúncios

Detalhes #5 – Google Search Features

Preciso fazer uma conta. A máquina calculadora no ecrã nem sempre é prática e até já tenho a página do Google aberta.
Pois bem, o Google faz a conta. Insere-se a expressão na caixa de pesquisa e o resultado do cálculo fica à vista, com o ícone de uma calculadora atrás.
É bastante prático para pequenos cálculos e expressões numéricas [ex.: 2*34+23].

Outras “fórmulas mágicas” que devolvem resultados úteis são para o tempo [ex.: weather lisboa], hora [ex: time lisboa] , conversão de moeda [ex.: 12 euros to dollars] ou de medidas [ex.: 12 ft to cm].
Experimentem. Conheçam todas as funcionalidades de busca em Google Search Features, tendo em mente que algumas estão apenas dirigidas para os EUA.

Yahoo lança Common Tag

Uma nova tag para facilitar a organização, classificação e pesquisa de sites e, diria também, um novo aspecto a ter em conta na optimização dos sites para os motores de busca (pelo menos para o Yahoo).
A common tag é uma expressão que categoriza o site. Por exemplo, um site de um restaurante teria a tag “ctag:restaurante”.

No site oficial podem aceder a toda a informação sobre a utilidade real desta tag, bem como a forma de a utilizar.

Telma M.

Já experimentaram o Google Squared?

Google Squared é a nova ferramenta de busca do Google.
A premissa é simples, devolver uma tabela organizada e útil de factos relacionados com a pesquisa.

No exemplo abaixo, pesquisei Portugal.
O resultado obtido é o de um distrito ou arquipélago por linha, com as colunas de informação: nome, imagem, descrição e moeda corrente, que constituem links para mais informação.

Google Square - Pesquisa: Portugal

Google Square - Pesquisa: Portugal

 

Telma M.

Bing! Novo Motor de Busca da Microsoft

Coming soon é o que diz a página do novo motor de busca da Microsoft, que pretende destronar o Google.

Não me vou alongar sobre o nome escolhido, até porque Google, o nome inspirado no riso de uma criança também seria de credibilidade duvidosa – e resultou naquilo que todos sabemos, ou antes, pesquisamos.

As principais características distintivas (mas nem tanto)  parecem estar na coluna ao lado dos resultados de pesquisa que apresentam a possibilidade de categorizar resultados, ver as pesquisas relacionadas e o histórico de pesquisa.
A funcionalidade best match surge, a meu ver, como uma adaptação do já conhecido felling lucky do Google.

Leiam com maior pormenor sobre o novo Bing! (apesar de o ponto de exclamação não fazer parte do nome, parece que não consigo evitar pô-lo) no artigo de Danny Sullivan: Meet Bing, Microsoft’s New Search Engine.

Telma M.

Google reage ao Twitter: Search Options

Não é que o Google não esteja sempre a actualizar-se e a criar novos serviços e funcionalidades, mas cada vez se torna mais necessário que o faça, com novas opções de pesquisa a agradar aos utilizadores.

Como exemplo mais flagrante temos o Twitter Search, que oferece resultados em tempo real e por recomendações, que mui agradam a mui boa gente. Como exemplo mais recente – ainda sem garantias de resultados – temos o complicadíssimo (só de nome) WolframAlpha que promete responder às perguntas dos utilizadores.

Assim sendo o motor de busca mais utilizado, tanto global como nacionalmente, que continua a ser o Google, tem de se actualizar para não perder o seu posto.

Nesse sentido, há uns dias foram anunciadas as Google Search Options, que permitem fazer pesquisas de uma forma mais personalizada e direccionada.
Ora vejam (em dois minutinhos) o essencial da aplicação:

Ainda não está disponível, mas espera-se que esteja em breve.

Consequências para o SEO? Concerteza. Mas creio que não afectará negativamente  quem construiu estratégias de optimização completas e dirigidas a um público-alvo específico.

Telma M.

SEO: A Lição nº2

Se possível, desde que o site é construído o conceito de SEO deve estar presente.
Tudo deve ser pensado de forma a que primeiro os utilizadores tenham uma boa experiência de navegação no site e depois os motores de busca tenham uma boa experiência de navegação no site para que mais utilizadores possam ter uma boa experiência de navegação no site.

Depois, o site fica online. É altura de proceder a tarefas essenciais para o mesmo objectivo (descansem os leitores, que não vou repetir a lengalenga*), com a coerência necessária, dentro da estratégia de SEM previamente delineada.

E depois destas acções iniciais?
Bom…depois entra em vigor a máxima de muitos SEO’s como o Mark Jackson:

                             “SEO isn’t a “set it and forget it” affair”

Palavras de ordem: monitorização, evolução, monitorização, adaptação,  monitorização, monitorização.


Telma M.

* Lengalenga está no dicionário! Incrível. É uma estreia para mim. Nunca tinha escrito a palavra lengalenga.


mediadetails no Twitter

Páginas

Outubro 2019
S T Q Q S S D
« Nov    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Anúncios