Archive for the 'redes sociais' Category



E a Google insiste…

Já ditado diz que, “não há duas sem três”. Após o fracasso do Buzz e do Wave , a Google resolve arriscar novamente e apresenta o Google +.  A gigante tenta colocar-se assim, na linha da frente das redes sociais, tendo como ser principal rival, o Facebook. Apesar de a Google ter sido a impulsionadora das rede sociais, com o Orkut, depressa perdeu o seu lugar para o Facebook, a rede mais popular do momento, que já conta com mais de 750 milhões de utilizadores em todo o mundo.
A nova rede social – Google + permitirá a partilha de mensagens, fotografias e comentários, à semelhança do seu rival, mas tem com o principal objectivo ajudar os utilizadores a organizarem os seus contactos criando “círculos” de amigos específicos, onde a privacidade das conversas pode ser escolhido de uma forma mais intuitiva.

Juliana Melim

Anúncios

Twitter agora em português

Ainda durante este ano, o Twitter estará disponível em português. Esta medida, avançada pelo presidente executivo, Dick Costolo, tem como objectivo alargar o alcance deste serviço a outras línguas e países. A tradução estará a cargo de voluntários que irão ter como prioridades, línguas como: indonésio, russo e turco. Todavia, as traduções são apenas para serviços do twitter e não para as mensagens dos utilizadores.

Juliana Melim

Um dia Zilian

Para as mulheres indecisas que não sabem o que calçar no dia-a-dia, chegou a solução. A marca de calçado Zilian desenvolveu uma ferramenta Web que aconselha o tipo de sapatos que deve usar no dia-a-dia, consoante as previsões meteorológicas. E, ainda lhe mostra imagens de modelos Zilian, disponíveis nas lojas ou online, que se adequam a si e ao seu dia.

Esta aplicação, denominada de Weather advisor está incorporada na Zilian App e pode ser descarregada, directamente do site da marca para o seu computador, permitindo-lhe  ter uma visão de 360º do universo Zilian.

Através do Facebook Connect, onde a Zilian está igualmente integrada, conheça os últimos feeds com notícias, actualize o seu status e esteja sempre a par das últimas novidades Zilian, sempre com o par de sapatos adequado.

Juliana Melim

Redes Sociais- uma ameaça à internet?

O fundador da Internet, Tim Berners-Lee, acusa o Facebook, o LinkedIN, o Friendster e outras redes sociais de serem uma ameaça à existência da internet.

Segundo Tim Berners-Lee, estes sites captam a informação dos utilizadores e guardam-na em bases de dados, mas não permitem a sua  partilha com outros sites, enclausurando assim a informação.

A plataforma da internet perde assim o seu principio fundamental de partilha universal de conteúdos, pois torna-se numa plataforma fechada.

O facto de não termos qualquer controlo sobre a informação que está nas nossas redes sociais,a não ser que entremos nessa rede social  impede a partilha dessa informação no mercado aberto da WEB.

Actualmente é cada vez mais usual os sites restringirem os seus conteúdos ao exterior, no entanto este tipo de estrutura está a tornar a internet fragmentada e, a largos passos “deixamos de ter um espaço universal e único de informação e  passamos a estar fechados numa única loja”, considera o fundador da web.

Juliana Melim

Google Buzz

Chegou o novo serviço do Google! O gigante norte-americano lançou na semana passada o Google Buzz, um interface que funciona como um misto de Twitter e Facebook. O Google entra assim no espaço das redes sociais, que cada vez mais têm suscitado a atenção dos utilizadores da internet. Para os fãs do Google esta é uma boa notícia, uma vez que poderão aceder a esta nova plataforma através do Gmail à qual está interligada.

O funcionamento deste serviço, não será muito diferente daquele a que estão habituados os utilizadores frequentes das redes sociais – a pessoa segue os seus contactos e também é seguido por outras pessoas, como acontece no Twitter. O Google Buzz disponibilizará outros serviços, tais como, o Google Reader, Picasa  ou Flickr. Não esquecendo ainda uma estratégia multiplataforma, o Google Buzz estará disponível nos telemóveis, no entanto, inicialmente apenas o Android e o Iphone suportarão esta aplicação. Outra das grandes novidades deste serviço é o facto do Google Maps estar integrado no Buzz, permitindo, assim ao utilizador localizar os seus amigos através do mapa.

Desde o seu lançamento, o Buzz já atingiu mais de 9 milhões de mensagens publicadas, o que é surpreendente para uma ferramenta tão recente como esta. Contudo a questão da privacidade parece ser um dos fantasmas que assombrará o sucesso deste serviço. Os utilizadores parecem insatisfeitos com a falta de privacidade, uma vez que é possivel ter acesso a todos os nomes que constarem da lista do utilizador, deixando-os visíveis para as pessoas que o utilizador segue até os seus seguidores.

Apesar do Google já ter prometido fazer modificações no Buzz, as dúvidas mantêm-se: conseguirá o gigante norte-americano sobreviver no universo das redes sociais? E as outras redes sociais perderão o seu lugar para o Buzz?

Juliana Melim

E o twitteiro vencedor é…

Pelo segundo ano consecutivo os Shorty Awards vão premiar os melhores twitteiros.

Qualquer pessoa ou entidade que tenha um perfil no Twitter pode nomear outro twitteiro para as várias categorias a concurso, tais como “publicidade”, “design”, “jornalismo”, “tecnologia, entre tantas outras.

As nomeações estão abertas até 29 de Janeiro e a principal forma de votar é através da própria plataforma Twitter, twittando o seguinte: I nominate @TwitterUser for a Shorty Award in #category because… (escrever razão). Vá ao site shortyawards.com e acompanhe o ranking dos nomeados.

É inegável que o Twitter está nas bocas do mundo e até já tem a sua própria cerimónia de prémios, The New York Times diz que Hollywood has the Oscars. Broadway has the Tonys. Now Twitter has the… Shorty Awards (Hollywood tem os Oscars. Broadway tem os Tonys. Agora o Twitter tem os… Shorty Awards).

 

• Para votar na mediadetails vá a shortyawards.com/md_mediadetails  ou faça um tweet com: I nominate @md_mediadetails for a Shorty Award in #tech because… (escrever razão).

Bing e Google integram updates do Twitter e Facebook

É esta a notícia que fez correr muita tinta (ou muitos píxeis) nas últimas horas. O Bing anunciou a integração nos resultados de pesquisa dos updates do Twitter e Facebook. Horas depois o Google faz o mesmo, em relação ao Twitter.

Daqui se retiram duas conclusões:

– a pesquisa das redes sociais não deverá substituit a pesquisa nos motores de busca, visto que assim esta integra também resultados em tempo real;

 –  a importância da presença nas redes sociais é reforçada e cada vez mais imperativa para as marcas.

Aguardamos agora para ver quais os factores de relevância que ditam a ordenação dos resultados de pesquisa destes updates (fala-se por exemplo, do nº de followers no Twitter), sendo quase certo que também este cálculo varie com o tempo e a experiência adquirida.

Telma M.


mediadetails no Twitter

Páginas

Maio 2019
S T Q Q S S D
« Nov    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Anúncios