Arquivo de Outubro, 2011

Tablet low cost

Chama-se Aakash é indiano e custará apenas 16,8 euros – é o tablet mais barato do mundo.

Aakash chega aos estudantes indianos com a promessa de acabar com as desigualdades sociais no acesso à internet e, de resolver alguns dos problemas educacionais que assolam a segunda nação mais populosa do mundo.

Este tablet será adquirido pelo Governo indiano e, posteriormente vendido às escolas a um preço subsidiado a 50%, numa tentativa de acabar com o “fosso digital” que, segundo o ministro das telecomunicações indiano, Kapil Sibal, existe entre os ricos e os pobres.

A Índia está bastante atrás das outras economias emergentes, no que concerne ao acesso à internet.  Segundo um relatório da analista de mercado CyberMedia, a Índia, terceira maior economia da Ásia, possui apenas 4,2 computadores por cada 100 pessoas.

Juliana Melim

Anúncios

Nova directiva reforça direitos dos consumidores

O Conselho de Ministros da União Europeia aprovou, esta semana, uma nova directiva que reforça os direitos dos consumidores que façam transacções online. Esta medida procura tornar mais clara e transparente as relações comerciais.

De acordo com a nova directiva todos os custos envolventes no processo da compra têm que estar devidamente divulgados no website, assim como qualquer pagamento de outros serviços. As encomendas efectuadas por telefone não pagarão taxas superiores à tarifa básica e os pagamentos com cartão de crédito ficarão isentos de taxas adicionais pelo fornecimento do serviço.

Os reembolsos dos produtos irão sofrer um alargamento dos prazos, de 7 dias para 14 dias, a contar a partir do momento que o consumidor recebe o produto. Igual prazo para os vendedores que passam, igualmente a ter 14 dias para reembolsar o consumidor, desde o dia em que este desista da compra.

Informações pouco explícitas sobre os procedimentos das transacções serão da total responsabilidade do vendedor.

Juliana Melim

Steve Jobs 1955-2011

O mundo chora a perda de um dos seus maiores visionários. Ontem, Steve Jobs, fundador da Apple, perdeu a luta contra o cancro.

“Estamos profundamente tristes por anunciar que Steve Jobs faleceu”, foram as palavras, em comunicado, do conselho de administração da Apple. O fundador da Apple morreu aos 56 anos, vítima de cancro no pâncreas, doença contra a qual lutava desde 2004 e, pela qual abandonou o cargo de presidente executivo da Apple, há menos de dois meses.

Steve Jobs vivia cada dia como se fosse o seu último e “por isso, transformou as nossas vidas, redefiniu indústrias inteiras e conseguiu alcançar uma das raras proezas da história da humanidade: mudou a forma como cada um de nós vê o mundo“, afirmou Obama através de um comunicado.

O império de Jobs teve início há 41 anos, numa pequena garagem em Sillicon Valley. Desde então, Steve não baixou os braços. Foi fundador, presidente e director executivo da Apple e, director executivo da empresa de animação PIXAR, empresa que criou após ter abandonado, em 1985 a direcção da Apple. Em 1996 quando a Apple se encontrava numa situação financeira difícil, Steve retornou à empresa, como consultor e evitou a sua falência com o lançamento do iMac e de um novo sistema operacional, o Mac OS9. Sob orientação de Jobs, a Apple aumentou as suas vendas e começou a ganhar terreno a outras empresas, como a Microsoft.

A sua criatividade foi dando origem a novas criações que atiraram a Apple para um mercado restrito da informática, onde passou a actuar em àreas como a electrónica, comunicações e músicas digitais, alcançando o derradeiro sucesso com o iPod.  Actualmente, Jobs faz parte da imagem de marca da Apple e do mais recente produto, cujo sucesso de sucesso ultrapassou todas as fronteiras – o iPhone.

Steve Jobs “foi corajoso o suficiente para pensar de modo diferente e suficientemente ousado para crer que poderia mudar o mundo“, realçou, Barack Obama.

Juliana Melim


mediadetails no Twitter

Páginas

Outubro 2011
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Anúncios